FOCO: a importância do planejamento

Bel Paese é considerado um "paraíso fiscal" quando comparado ao resto dos países europeus em termos de imposto sucessório.
FOCO: a importância do planejamento
http://laltrafinanza.blogspot.it/2017/05/focus-limurezza-della-pianificazione_23.html



Nos últimos anos assistimos a um aumento exponencial da tributação sobre os rendimentos financeiros (de 12,5% para 26%) e a introdução de um capital real nas nossas poupanças (Bollo Monti 0,2%). Mas o Bel Paese é considerado um “paraíso fiscal” quando comparado ao resto dos países europeus em termos de imposto sucessório.

No quadro anexo resumimos os diversos impostos e franquias atualmente em vigor e a comparação com os principais países europeus. Não podemos dizer quando, mas muito em breve este será um dos pontos-chave das próximas leis financeiras.

Já foram apresentadas várias propostas legislativas a este respeito. Isso quer dizer que o planejamento é agora mais importante do que nunca. Entretanto, o planeamento da sucessão dos bens próprios em vida não tem incidência de custos.

Isso tem como principal objetivo a poupança fiscal, e permite-nos decidir como e a quem transmitir os nossos bens, evitando que o Estado decida de forma padronizada e sem saber da situação da nossa família. Especialmente em situações onde a dinâmica é muito complexa.


O planejamento é uma das muitas formas de prevenção que são úteis durante o curso de nossa vida. Permitir que decidam leis padronizadas, postuladas para oferecer garantias a direitos legítimos que amadurecem no seio da família, em vez de realizar uma divisão cuidadosa de bens aos herdeiros, pode representar uma ineficiência que corremos o risco de pagar caro.


O processo de planeamento deve, por isso, ser encarado e deve certamente intervir nele um ou mais profissionais, capazes de “mapear” o património familiar (imobiliário, mobiliário, empresa, outros bens), permitir a identificação do custo da herança e sugerir as soluções de optimização.


Na Azimut Capital Management, por exemplo, existe uma plataforma específica que permite essas análises e cria um suporte fundamental para o correto trabalho dos contadores e notários. Através de um questionário preciso, ele traça um dossiê que relata a situação atual quanto à composição do patrimônio com o cálculo dos impostos devidos.

Em seguida, são propostas ações em cada um dos bens do patrimônio de uma pessoa, utilizando as diversas ferramentas disponíveis (doação, mandato fiduciário, fideicomisso, seguro privado, etc. etc.). A parte final consiste nos detalhes das economias fiscais geradas com cada ação individual.


O dossiê resultante também é produzido em total anonimato e respeito à privacidade. É difícil esboçar os vários aspectos em poucas linhas e sem ser muito aborrecido, mas queremos destacar um tema que não é tratado mas que será de fundamental importância para não afetar ainda mais o nosso património.


Como sempre, estamos à disposição para aqueles que desejam aprofundar o assunto ou ter um fac-símile do dossiê de planejamento. I
mposto sucessório na Itália e nos principais países europeus